Natal reúne lideranças do Sistema Confea/Crea e Mútua

Natal reúne lideranças do Sistema Confea/Crea e Mútua

Por CREA-RN em 15/08/2019 às 08:14

Os presidentes dos Creas de todo país estão em Natal discutindo temas importantes para a engenharia, agronomia e geociências, até a próxima sexta-feira (16), no Hotel Barreira Roxa, na Via Costeira. Na pauta da 4ª Reunião Ordinária do Colégio de Presidentes do Sistema Confea/Crea e Mútua estão sendo abordados assuntos relevantes como o salário-mínimo profissional, programa de auxílio financeiro aos Conselhos Regionais, atividades de Microempreendedor Individual (MEI), engenharia de avaliações e a PEC 108/2019 que propõe extinguir a inscrição obrigatória em conselhos.  A abertura do evento foi realizada nesta quarta-feira (14) e contou com a presença do vice-governador, Antenor Roberto, e do deputado estadual Allyson Bezerra, presidente da Frente Parlamentar da Engenharia da Assembleia Legislativa do RN.  

A anfitriã do evento, presidente do Crea-RN, Ana Adalgisa Dias, falou da importância das discussões abordadas durante a reunião. "É um momento relevante para o Crea-RN, pois durante esses três dias vamos ser a capital da engenharia, agronomia e das geociências, discutindo temas de interesse para sociedade e debatendo estratégias para evitar que essas mudanças ocorram, o que acarretaria um prejuízo para os profissionais", ressaltou.

O vice-presidente da Fiern, Francisco Vilmar Pereira, falou do quanto é válida essa troca de experiências em uma reunião como essa em que há representantes de todos os estados do país. "É uma reunião onde são discutidos os assuntos da engenharia, agronomia e geociências, então essa reunião é muito importante tanto para o RN quanto para o Brasil", disse.

Ainda durante a abertura do evento, o vice-governador do estado Antenor Roberto defendeu os conselhos. "As atividades dos conselhos profissionais não obstaculizam o desenvolvimento, por isso o caminho é de fortalecer e não de desmantelar essas instituições", comentou. 

Para Antenor Roberto, o progresso não pode colidir com ações de regulação e controle. “A Proposta de Emenda à Constituição nº 108/2019 é um ataque à regulamentação das profissões que são imprescindíveis. Que a resistência de vocês ganhe eco na sociedade, porque ela só tem a ganhar com o trabalho dos conselhos profissionais”, encorajou o representante do Estado que atualmente enfrenta situação de calamidade financeira e precisa dos conselhos para enfrentar essa situação, segundo o vice-governador. “Quando a economia vai mal, ninguém vai bem”, pontuou sugerindo que os presidentes de Creas e do Confea apontem soluções para os desafios atuais, levando em conta a repercussão das atividades econômicas nas profissões.

A contribuição dos conselhos para melhoria do bem-estar da sociedade foi igualmente reconhecida pelo deputado e engenheiro civil Allyson Bezerra (Solidariedade), que preside a Frente Parlamentar da Engenharia na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte.  

“O parlamento e o Crea-RN têm feito um trabalho articulado com diálogo permanente sobre logística, tecnologia, ciência e infraestrutura. Temos feito o que a sociedade exige da gente. Por isso, vamos propor leis que melhorem a vida da população, dos profissionais e proporcione o desenvolvimento estadual”, afirmou o deputado.

Avanços da Mútua 

Os trabalhos desempenhados pela Caixa de Assistência dos Profissionais do Crea (Mútua) foram apresentados pelo presidente da instituição, engenheiro civil Paulo Guimarães. Entre os avanços, mudança recente para nova sede, com instalações para atender profissionais e sociedade. O Portal da Transparência está em fase de conclusão e o número de associados duplicou entre 2015 e 2018, somando hoje 138 mil filiados. A instituição manteve a certificação da ABNT NBR IS0 9001/2015, que reconhece o cumprimento dos requisitos de gestão de qualidade.

Guimarães anunciou ainda os estados vencedores do Prêmio Mútua de Inovação e Empreendedorismo 2019. São eles, Espírito Santo, Santa Catarina e Pará. Os autores das iniciativas serão conhecidos na 76ª Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia (Soea), no próximo mês, em Palmas (TO).  

Como iniciativa de melhoria, o coordenador do CP propôs à Mútua utilizar a capilaridade das inspetorias dos Creas para levar mais benefícios aos profissionais, como forma de retorno do pagamento das anuidades.  

Diálogo e atuação 

A reunião segue até sexta-feira (16), com debates sobre salário-mínimo profissional, programa de auxílio financeiro aos Conselhos Regionais, atividades de Microempreendedor Individual (MEI) e engenharia de avaliações.   

“Que a reunião seja profícua e que o colegiado continue apresentando propostas que engrandeçam o Sistema”, disse o vice-presidente do Confea, engenheiro eletricista Edson Delgado, na ocasião representando o presidente Joel Krüger que estará presente na agenda do CP a partir de amanhã.  

O pedido de aprofundamento do debate também foi destacado pelo coordenador adjunto do colegiado. “Temos muito a discutir, especialmente para garantir a sustentabilidade financeira do Sistema. Também precisamos agir rapidamente e nos defender para continuar cumprindo nosso papel”, salientou o engenheiro agrônomo Wolney Costa Parente Júnior (Crea-RR), mencionando o debate que os presidentes irão ter ainda nesta semana sobre a PEC 108/2019.  

Texto: Erta Souza com informações de Julianna Curado  

Imagens: Fábio Cortez